Logotipo
   
          home contactos
links
apresentação mandato composição presidente estrutura regulamento directivas
procurar
 

Sinfic e Indra são as empresas que passaram na escolha para fornecer material a CNE

05/05/2017

Os Membros do Plenário, apreciaram e aprovaram as propostas das três Comissões de Avaliação da Comissão Nacional Eleitoral, que tiveram a incumbência de definir os procedimentos e os critérios para a contratação pública, das empresas que vão fornecer a solução tecnológica; o material de votação sensível bem como de quem vai fazer a gestão do FICM.

Segundo a Porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, o plenário aprovou a adjudicação do fornecimento da solução tecnológica e de material de votação sensível a empresa INDRA e à SINFIC a gestão do FICM, Mapeamento das Assembleias de Voto, Produção dos Cadernos Eleitorais e Sistema de Informação ao Eleitor. O prestígio que estas empresas têm no mercado nacional e internacional, bem como o facto de estas empresas já terem trabalhado com a CNE no processo de 2012, com eficiência reconhecida, empenho e dedicação, fizeram com que as mesmas fossem seleccionadas para continuarem a trabalhar com a Comissão Nacional Eleitoral neste pleito.

Participaram no concurso simplificado as empresas, Wil – Worldwide Integrated Logistis; Imprensa Nacional; Sinfic; Easy People e Indra, para a gestão do FICM, cadernos eleitorais, mapeamento, credenciamento e sistema de informação ao Eleitor. Para o fornecimento de material de votação e solução tecnológica, as empresas: De la Rue; Wil - Worldwide Integrated Logistic; Capitol Finance; Smartmatic e Indra.

Às empresas foi exigido de entre outros documentos comprovativos da regularização da situação relativa às contribuições para com a segurança social em Angola, designadamente, uma Declaração em como o concorrente não era possuidor de dívidas ao Instituto Nacional de Segurança Social, declaração essa emitida por aqueles serviços; No caso de concorrente estrangeiro requereu-se comprovativo relativamente ao Estado de que o concorrente é nacional, reconhecidos pelo Consulado de Angola no país de emissão desses documentos.

Na plenária de hoje a Comissão Nacional Eleitoral, aprovou por unanimidade, a entrega de uma cópia da base de dados do Ficheiro Informático de Cidadãos Maiores (FICM), ao Tribunal Constitucional, para que aquele órgão de Soberania, possa executar as suas tarefas de validação dos subescritores das listas das candidaturas dos Partidos Políticos e Coligações de Partidos Políticos que pretendem concorrer nas Eleições Gerais de 23 de Agosto.

Com esta entrega o Tribunal Constitucional, fica munido de um outro instrumentos que pode permitir fazer um trabalho com maior fiabilidade dos dados das Entidades que estão a ser apresentadas nas listas dos Partidos Políticos e Coligações de Partidos Políticos.

 

 
 
21/04/2017 - Agentes de Educação Cívica Eleitoral no Bié já realizam actividades

20/06/2017 - CNE garante diálogo permanente com as Igrejas neste processo eleitoral

20/06/2017 - 25 mil 873 mesas é o numero para estas Eleições Gerais nas mais de 12 mil Assembleias

14/09/2017 - Material para a formação dos membros das mesas de voto chegou a Luanda

12/06/2017 - CPE de Luanda lança para a comunidade os Agentes de Educação Cívica Eleitoral

09/09/2017 - CNE preparada técnica e profissionalmente para fazer as Eleições

05/06/2017 - Listas com os candidatos às Eleições Gerais de Agosto entregue a CNE

06/06/2017 - CNE define ordem no Boletim de Voto e dos Tempos de Antena na Rádio e na Televisão

03/06/2017 - Plenário aprova documentos a serem usados nas Assembleias de Voto e outras acções próximo das eleições

03/06/2017 - CNE reúne com corpo diplomático para informações sobre a preparação do próximo pleito

última
Última Material para a formação dos membros das mesas de voto chegou a Luanda  
CNE preparada técnica e profissionalmente para fazer as Eleições
 
CNE inicia Formação dos Formadores Nacionais sobre Educação Cívica Eleitoral
 
 
actualidade
Última Agentes de Educação Cívica Eleitoral no Bié já realizam actividades  
CNE garante diálogo permanente com as Igrejas neste processo eleitoral
CPE de Luanda lança para a comunidade os Agentes de Educação Cívica Eleitoral
 

agenda

visitas

actividades

 
aestórias

Estórias

CNE - Comissão Nacional Eleitoral - Todos os Direitos Reservados - Design: CNE ©2007