Logotipo
   
          home contactos
links
apresentação mandato composição presidente estrutura regulamento directivas
procurar
 

Presidente da CNE repudia declarações de partidos e considera haver ma fé

04/08/2017

A Comissão Nacional Eleitoral, repudia veementes declarações e qualquer outro comportamento que atentem contra a estabilidade do processo eleitoral em curso.

Numa curta declaração à imprensa, o Presidente André da Silva Neto, afirmou que o processo eleitoral decorre na normalidade, ao abrigo da Constituição da República de Angola e da Lei.

A CNE, repudia as declarações apresentadas pelos Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA, em conferência feita no dia 3 de Setembro, quatro dias depois de terminado o apuramento provincial dos resultados das Eleições de 23 de Agosto.

Os líderes de quatro das seis formações políticas concorrentes às Eleições Gerais, alegaram numa declaração conjunta que, na maioria dos casos o processo de apuramento provincial definitivo em todas as CPE´s “não foi desenvolvido em conformidade com a Lei”.

Os Presidentes da UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA, alegam inconstitucionalidades e ilegalidades; o suposto desaparecimentos de urnas e votos dentre outras irregularidades. Estas afirmações em momento alguns foram invocadas pelos Delegados de Lista e Mandatários designados pelas formações políticas ao nível das Mesas de Voto, das CME´s, CPE,s nem mesmo a CNE, refere Silva Neto na sua declaração.

O Presidente André da Silva Neto, considera que houve imprudência e ausência de responsabilidade por parte dos líderes das formações partidárias referidas em tentar impugnar os acto praticados pelas CPE´s, porque na maioria dos Centros de Escrutínios, constituídos nas Comissões Provinciais Eleitorais, com excepção das províncias de Cabinda, Zaire, Uíge e Moxico, os mandatários e alguns Comissários propostos pelas forças políticas concorrentes recusaram-se a assinar as actas de apuramento provincial justificando terem recebido orientações superiores das suas estruturas centrais.

A CNE, revelou que na Comissão Provincial Eleitoral de Luanda inusitada e incompreensivelmente o Partido Político UNITA, não designou um mandatário para o representar no Centro de Escrutínio, daí o apuramento provincial ter decorrido naquele órgão eleitoral local, sem ter sido testemunhado por aquele partido concorrente.

 

 
 
27/10/2017 - Relatório das Eleições de 2017 em analise na Lunda-norte

06/09/2017 - Novas reclamações dos partidos concorrentes, reprovadas pela CNE

07/09/2017 - CNE divulga resultados finais das eleições gerais de 23 de Agosto

04/08/2017 - Presidente da CNE repudia declarações de partidos e considera haver ma fé

04/09/2017 - Novas reclamações apresentadas a CNE consideradas improcedentes

29/08/2017 - Plenário reúne para analisar reclamações da UNITA e CASA-CE mas declara-as improcedentes

31/08/2017 - Cuanza Sul apresenta resultados final das Eleições Gerais

31/08/2017 - Província do Zaire votou sem incidentes relevantes

23/08/2017 - CNE delibera sobre os delegados de lista suplentes e sua presença nas mesas

21/08/2017 - Presidente Silva Neto considerou campanha eleitoral pacífica

última
Última Presidente da CNE repudia declarações de partidos e considera haver ma fé  
Edifício da CPE da Cabinda inaugurado pelo presidente da CNE
 
Os MAV na Lunda-Norte preparados para o acto de votação
 
 
actualidade
Última Relatório das Eleições de 2017 em analise na Lunda-norte  
Novas reclamações dos partidos concorrentes, reprovadas pela CNE
Novas reclamações apresentadas a CNE consideradas improcedentes
 

agenda

visitas

actividades

 
aestórias

Estórias

CNE - Comissão Nacional Eleitoral - Todos os Direitos Reservados - Design: CNE ©2007